A impressão térmica é um dos sistemas de impressão mais precisos e económicos. É uma das razões para que seja a tecnología mais utilizada para a impressão de códigos de barras e outras codificações. O seu nível de precisão permite-lhe imprimir com altos níveis de definição para serem lidos de forma fácil e sem erros, posteriormente, por leitores e scanners. Ao ser um sistema económico, permite realizar um grande número de impressões com um preço mais competitivo que outras tecnologias de impressão como a laser, a tinta ou a sublimação

Na tecnologia de impressão térmica deve-se distinguir dois sistemas:

  • Impressão por transferência térmica
  • Impressão térmica directa

A diferença fundamental entre estes dois sistemas é a duração e resistência do código impresso. A impressão por transferência térmica é um dos sistemas de impressão mais duradouros e precisos que existem. A persistência deste sistema de impressão, que supera o da impressão térmica directa, deve-se ao uso durante o processo do ribbon ou fita de transferência térmica, um acessório chave, e que pode ser a solução perfeita para os negócios que precisam de otimizar ao máximo a qualidade e tempo de impressão.

Optar por uma impressora de transferência térmica de etiquetas é a melhor solução tecnológica se precisamos de garantir a durabilidade das nossas impressões. A principal vantagem deste sistema de impressão é, precisamente, a sua resistência não só face ao tempo mas também face a determinados factores climatéricos, algo a ter em conta em função do tipo de mercadoria que precisamos de etiquetar ou, inclusive, o seu lugar de armazenamento.

Por tudo isto, vejamos alguns aspectos fundamentais que devemos contemplar ao escolher a fita de transferência térmica para uma impressora de etiquetas, algo que não podemos fazer de forma ligeira, já que decidir por um tipo ou por outro pode permitir-nos dar resposta às necessidades do nosso negócio.


COMO ESCOLHER O RIBBON PARA UMA IMPRESSORA TÉRMICA DE ETIQUETAS


Antes de ver como escolher o ribbon correcto para uma impresora térmica, é importante comprender o que é exatamente. Consiste em uma fita formada por uma película de poliéster recoberta por uma ou várias capas de “tinta” por um lado, e uma capa protetora. Devido ao calor do cabeçal de impressão térmica, a informação adere à superficie da etiqueta.

Para além de conhecer o seu funcionamento, vejamos os passos a seguir para escolher a fita de transferência térmica adequada:

1. Garantir que a nossa impressora é uma impressora de transferência térmica

Um ponto de partida obrigatório. Enquanto as impressoras térmicas directas imprimem directamente sobre o papel ou a etiqueta, as impressoras térmicas de transferência obrigam à utilização de ribbon para poder estampar a informação sobre a superficie desejada..

Para além desta necessidade, as impressoras térmicas directas não possuem os componentes mecânicos internos necessários para ajustar a fita.

2. Seleccionar o tamanho adequado, é fundamental para escolher o ribbon para uma impressora de transferência térmica

Ajustar o tamanho da finta de transferência térmica às características da nossa impressora é fundamental para garantir uma correta estampagem da informação. Para além de escolher a longitude, o mais importante é selecionar a largura correcta.

3. Elege o material mais adequado do ribbon segundo a sua finalidade

É, provavelmente, o aspecto mais importante quando nos colocamos a questão de como escolher o ribbon para uma impressora térmica. Em função do material com que este seja elaborado, conseguiremos uns acabamentos ou outros. E não apenas isso: também se deve ter em conta otros aspetos importantes na hora de escolher por uns ribbons ou por outros, por exemplo, se a nossa mercadoria etiquetada vai estar no interior ou no exterior.

Ribbon de cera, a fita recomendada para etiquetas de papel

É a versão mais económica de ribbon e está especialmente indicado para imprimir etiquetas de papel. Pelo material com que é feito, a sua vida útil é mais curta que a de otros ribbons, (1 ano no máximo) mas conta com maior resistência ao passar de tempo que uma impressão térmica directa. Devido às suas características, é o ribbon ideal para imprimir etiquetas de envio e embalagens, para etiquetado de alimentos e artigos para comercio minorista. Não pode estar exposto a condições climatéricas adversas.

Ribbon de cera e resina, um ribbon híbrido de qualidade excepcional

Como o seu nome indica, este ribbon é composto por uma mistura entre cera e resina. Esta combinação não só permite uma qualidade de impressão excepcional, também apresenta uma grande resistência a rasgões e manchas, e facilita a impressão sobre materiais sintéticos. Pelo seu desenho, é o ribbon indicado para ambientes húmidos, locais ao ar livre, sinalização de armazéns e seguimento de dispositivos médicos.

Ribbon de resina, a proteção máxima da impressão

Garante a impressão mais duradoura, pelo que é o ribbon indicado para o seguimento de produtos expostos em locais tanto exteriores como interiores. Devido à sua composição, a impressão térmica de transferência com ribbon de resina é capaz de suportar água, productos químicos, abrasões, óleos e gorduras.